Justiça

Bispo alemão vai ser julgado por declarações sobre o Holocausto


 

Lusa / AO online   Internacional   10 de Nov de 2009, 17:35

O bispo católico tradicionalista Richard Williamson, na origem de uma polémica que envolveu o Vaticano em Janeiro, será julgado na Alemanha por "negacionismo", anunciou esta terça-feira a justiça.
O bispo britânico recusou pagar uma multa de 12 mil euros que lhe tinha sido imposta por um tribunal de Ratisbonne e que teria encerrado o caso, indicou um porta-voz do tribunal.

Devido a esta recusa, o caso vai a julgamento, mas a data ainda não foi fixada.

O bispo, 68 anos, contesta a acusação, indicou o mesmo porta-voz.

Membro da Irmandade de S. Pio X, fundada em 1970 e caracterizada pelas suas posições tradicionalistas e pela persistência de missa em latim, o bispo vai ser acusado de "incitação ao ódio racial" por declarações que fez na televisão sueca, no passado dia 21 de Janeiro, negando o Holocausto.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.