Açoriano Oriental
BE quer saber quando serão feitas obras de reparação na nova escola da Calheta em São Jorge

O Bloco de Esquerda enviou esta terça-feira quer saber quando terão início as obras necessárias na nova escola da Calheta, em São Jorge, e quem irá assumir os custos no caso do pavilhão desportivo, que irá obrigar a uma alteração ao projeto inicial.



article.title

Foto: BE
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa Regional, o Bloco de Esquerda quer saber, também, que medidas serão tomadas pelo Governo Regional para resolver a falta de aulas de educação física, que prejudica os alunos da referida escola.

Em comunicado o BE recorda que a "escola da Calheta, em São Jorge, foi inaugurada em junho deste ano mas apresenta já problemas estruturais que vão obrigar à realização de obras".

A obra de construção da escola Básica e Integrada de Calheta, na ilha de São Jorge, teve início em 2015, com um investimento de 15 milhões de euros, mas em "janeiro deste ano – ainda antes da sua inauguração, a representante dos pais já mostrava preocupação com as condições do edifício, dando conta do aparecimento de humidade e fissuras nas paredes do refeitório e situações de piso escorregadio, e o próprio presidente do Conselho Executivo assumia a falta de condições para a realização de aulas de educação física no pavilhão desportivo devido à acumulação de humidade no piso", finaliza o comunicado.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.