BE quer eleger deputado a 19 de Outubro


 

lusa   Regional   7 de Set de 2008, 11:03

O Bloco de Esquerda/Açores (BE/Açores) manifesta-se convicto de que vai eleger uma representação parlamentar nas legislativas regionais de Outubro, que pretende contribuir para “arejar” a democracia no arquipélago.
 “O BE/Açores assume o firme propósito de alcançar representação parlamentar e contribuir para a arejar a democracia nos Açores, a qual sucessivas maiorias absolutas têm empobrecido e deteriorado”, anunciou a Zuraida Soares.

    A dirigente do Bloco falava, em conferência de imprensa, na sequência de uma reunião da Comissão Coordenadora Regional, em que anunciou que encabeça as listas pelos círculos eleitorais da ilha de São Miguel e regional de compensação.

    As eleições para escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa Regional dos Açores, mais cinco do que em 2004, estão marcadas para 19 de Outubro.

    Segundo Zuraida Soares, o BE/Açores pretende chegar, pela primeira vez, ao Parlamento regional para “confrontar” o Governo com “políticas à esquerda” e vai destacar, durante a campanha, temas relacionados com a pobreza e desigualdades sociais nas ilhas.

    “O BE/Açores fará um combate sem tréguas às políticas anunciadas pelo PS, e secundadas pelo PSD e CDS, de privatizar serviços públicos essenciais”, salientou a cabeça-de-lista, ao apontar os casos dos transportes aéreos, portos, saúde e saneamento.

    Zuraida Soares acusou, ainda, o PS, PSD e CDS de se prepararem para dar um “triste espectáculo” no Parlamento açoriano, quando debaterem, este mês, a redução já anunciada do IRS na região.

    Depois de salientar que concorda com esta medida fiscal, considerou, porém, que o “método e o tempo escolhidos são a mais rasteira forma de abuso de poder, só ao nível do jardinismo madeirense”.

    Apesar de nunca ter consigo chegar à Assembleia Regional, Zuraida Soares destacou o trabalho desenvolvido pelo BE/Açores nos últimos nove anos, através de um “timing próprio de implantação e credibilização”.

    Anunciou, também, que o Bloco vai concorrer pelos nove círculos eleitorais de ilha e que apresenta o independente Veríssimo Borges, dirigente da Quercus, como número dois pela ilha de São Miguel.

   


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.