Açoriano Oriental
BE quer apoio imediato para quem tem que faltar ao trabalho para acompanhar filhos em casa

O Bloco de Esquerda defende a criação imediata de um apoio a atribuir aos encarregados de educação que tenham que faltar ao trabalho para acompanhar os alunos cujas escolas sejam encerradas no âmbito do combate à pandemia, à semelhança do que aconteceu no ano letivo passado.

BE quer apoio imediato para quem tem que faltar ao trabalho para acompanhar filhos em casa

Autor: AO Online

Em comunicado, o Bloco de Esquerda considera fundamental que "esta medida seja implementada de imediato pelo governo que está ainda em funções, de modo a garantir que os encarregados de educação que não têm a possibilidade de exercer a sua atividade profissional em regime de teletrabalho possam ficar em casa sem perder metade do salário".

Recorde-se que no passado mês de março foi criado um apoio nacional e um complemento regional às famílias com filhos menores de 12 anos cujos pais tiveram que faltar ao trabalho para ficar em casa, após o encerramento das escolas como medida de combate à propagação da covid-19.

"É fundamental encontrar agora, com rapidez, mecanismos equivalentes para dar resposta às famílias que se confrontam de novo com esta realidade".

O comunicado, refere, ainda, que caso a medida não seja implementada no imediato pelo executivo em funções, o Bloco de Esquerda irá apresentar a proposta no parlamento com carácter de urgência.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.