Bancos centrais da Bélgica e Holanda discutem recuperação da Fortis, parceira do BCP nos seguros


 

Lusa / AO online   Economia   28 de Set de 2008, 22:01

Os bancos centrais da Bélgica e da Holanda e os reguladores estão hoje a discutir medidas de recuperação de confiança na Fortis, parceira do Millennium BCP no sector dos seguros que desvalorizou 35 por cento na bolsa de Bruxelas esta semana.
    "Estamos a trabalhar no fortalecimento da confiança do mercado na Fortis", afirmou Hein Lannoy, porta-voz do regulador financeiro belga, a CBFA, sem adiantar mais pormenores.

    A Fortis, sedeada em Amesterdão e Bruxelas, necessita actualmente de mais capital, depois de gastar 24 mil milhões de euros no banco ABN Amro Holding NV, no ano passado.

    As acções da empresa desvalorizaram 20 por cento há dois dias atrás, quando a companhia escolheu Filip Dierckx para substituir Herman Verwilst como director-executivo. Desde o ínicio do ano já desvalorizou 67 por cento.

    A Fortis é parceira do BCP no segmento de seguros, controlando em conjunto o Millenium BCP Fortis Grupo Segurador, companhia que detém várias seguradoras, designadamente a Ocidental Vida, a Ocidental Seguros, a Pensões GERE e Médis.

    Aquela holding é detida em 51 por cento pela Fortis e 49 por cento pelo BCP.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.