Açoriano Oriental
Coronavírus
Avião que transportou portugueses retirados de Wuhan chegou às 20:30 a Lisboa

O avião da Força Aérea que transportou os 17 portugueses retirados da cidade chinesa de Wuhan, foco do novo coronavírus, aterrou cerca das 20:30 na Base Aérea de Figo Maduro, em Lisboa.

article.title

Foto: EPA/TELENEWS
Autor: AO Online/ Lusa

O avião partiu ao final da tarde da base militar de Istres, sul da cidade francesa de Marselha.

Os portugueses tinham chegado cerca das 14:30 (13:30 em Lisboa) a Marselha num Airbus A380, proveniente da China, no qual viajavam 250 cidadãos europeus.

A China elevou hoje para 304 mortos e mais de 14 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado em dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).

As Filipinas anunciaram também hoje a morte de um cidadão de nacionalidade chinesa, vítima de uma pneumonia causada pelo coronavírus. Foi a primeira vítima fatal registada fora da China.

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há mais casos de infeção confirmados em 24 países.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional (PHEIC, na sigla inglesa) por causa do surto do novo coronavírus na China.

O Ministério da Saúde vai disponibilizar instalações onde os portugueses provenientes de Wuhan poderão ficar em "isolamento profilático" voluntário.

O Hospital Pulido Valente, em Lisboa, e o Hospital Militar, no Porto, serão as unidades preparadas para os receber.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.