Aves, Marítimo, Belenenses e Paços de Ferreira na fase de grupos da Taça da Liga


 

Lusa/Ao online   Futebol   28 de Jul de 2018, 22:32

Desportivo das Aves, Marítimo e Belenenses, da I Liga, e Paços de Ferreira, da II, apuraram-se este sábado, com maior ou menor dificuldade, pare a fase de grupos da Taça da Liga de futebol.

O quarteto junta-se na fase de grupos da Taça da Liga aos quatro primeiros classificados da I Liga 2017/18 - FC Porto, Benfica, Sporting (detentor do troféu) e Sporting de Braga – e ao isento da segunda fase da prova Vitória de Setúbal, finalista na época passada.

O Desportivo das Aves, detentor da Taça de Portugal, esteve a perder em casa por 2-0 com o recém-promovido à I Liga Santa Clara, mas recuperou da desvantagem na segunda parte (2-2) e garantiu a passagem à fase de grupos nas grandes penalidades (8-7).

Um autogolo do central brasileiro Jorge Fellipe, aos 09 minutos, deu vantagem à equipa açoriana, que ampliou pelo também brasileiro Thiago Santana, aos 27. Na segunda parte, o brasileiro Nildo Petrolina, aos 63 minutos, reduziu para 1-2 e o empate a 2-2 surgiu por Bruno Braga, aos 84.

O Desportivo das Aves sentenciou a eliminação do Santa Clara e a presença na fase de grupos no desempate pela marcação de grandes penalidades, quando, ao 20.º pontapé, o guarda-redes francês Quentin Beunardeau negou o golo a João Lucas (8-7).

No Estádio dos Barreiros, no Funchal, o Marítimo assegurou a presença na fase de grupos ao vencer o recém-promovido à II Liga Mafra, por 3-0, que na primeira fase da competição tinha vencido e afastado o Sporting da Covilhã (2-0).

O avançado camaronês naturalizado brasileiro Joel Tagueu, depois de ter desperdiçado duas oportunidades, aos 26 e 37 minutos, chamou a si o protagonismo do encontro ao ‘bisar', aos 43 e 82, e ao assistir para o golo do argentino Jorge Correa, aos 50.

O Paços de Ferreira, despromovido esta temporada à II Liga, recebeu e venceu o também secundário Académico de Viseu, por 3-2, num encontro emotivo e com o marcador a funcionar até ao final, e agarrou uma das vagas em jogo para a fase de grupos.

O brasileiro Christian, aos 32 minutos, colocou a equipa pacense em vantagem (1-0), mas Pica, aos 45+1, empatou ainda antes do intervalo.

O Paços de Ferreira voltou à vantagem pelo brasileiro Zé Uilton (2-1), aos 58 minutos, mas o Académico de Viseu repôs novamente a igualdade por Fernando Ferreira (2-2), aos 76.

A cinco minutos do final do tempo regulamentar, com ambas as equipas a pensar já nas grandes penalidades, André Leão voltou a colocar o Paços de Ferreira em vantagem (3-2) e garantiu a fase de grupos.

O Belenenses assegurou a presença na fase de grupos com um triunfo em casa por 3-1 frente à Oliveirense (II Liga) – isenta da primeira fase – com golos na segunda parte do angolano Fredy, aos 53 e 90+4 minutos, e do guineense Keita, aos 71.

A Oliveirense ainda chegou a empatar pelo brasileiro Agdon (1-1), aos 57 minutos, reagindo da melhor forma ao golo sofrido quatro minutos antes, na nova casa do Belenenses, o Estádio Nacional, no Jamor, em Oeiras.

A segunda fase da Taça da Liga prossegue domingo com os ‘duelos’ Arouca-Desportivo de Chaves, Farense-Estoril, Varzim-Moreirense, Feirense-Leixões e Nacional-Boavista, é retomada em 05 de agosto com o Portimonense-Rio Ave e encerra no dia seguinte com o Vitória de Guimarães-Tondela.

Os vencedores de cada um dos quatro grupos da terceira fase da prova, que se disputa entre 16 de setembro e 30 de dezembro, qualificam-se para a 'final four', que se realiza em Braga entre 22 e 26 de janeiro de 2019.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.