Avante arranca hoje

Avante  arranca hoje

 

Lusa/AO Online   Nacional   2 de Set de 2011, 07:25

 A Festa do Avante!, histórica iniciativa de ‘rentrée’ política do PCP, começa hoje com um discurso do secretário-geral, Jerónimo de Sousa, e com os comunistas a prometerem estar na linha da frente da contestação social ao Governo.

Em declarações à agência Lusa, o deputado comunista João Oliveira diz que o Avante! será, para além de uma “grande manifestação cultural”, um “momento de denúncia da situação que está criada no país com a aplicação das políticas de agressão ao povo e ao país” tomadas pelo Governo e que pode prenunciar outras formas de contestação.

“O que se pode esperar do ponto de vista político e da contestação popular há de ser o resultado direto daquilo que o Governo faz, um Governo que ataca brutalmente os direitos dos trabalhadores, que degrada substancialmente as condições de vida com o aumento dos preços, com a diminuição das garantias sociais, não pode estar à espera que o povo coma e cale”, disse.

“Como o povo português não é um povo que coma e cale, certamente, não a partir da Festa do Avante! mas continuando o que têm sido já várias lutas travadas contra estas medidas, vai continuar a lutar e aqueles que lutarem continuarão a encontrar os comunistas a seu lado, lutando e exigindo uma alternativa política, porque ela existe”, acrescentou João Oliveira.

Durante os três dias da Festa do Avante!, o deputado do PCP adianta que será também feita a “afirmação das propostas políticas do PCP para romper com este caminho de afundamento do país”, no sentido da “correção das desigualdades sociais e das injustiças criadas”.

Na quinta da Atalaia terão lugar também quinze debates sobre questões culturais, políticas e sociais, um dos quais sobre “Defender e cumprir a Constituição, garantir um país com futuro”, que contará com a presença do líder parlamentar, Bernardino Soares, António Filipe, Jorge Cordeiro e Odete Santos, e outro sobre os “Direitos dos Trabalhadores e a luta contra a exploração”.

A Europa, a produção nacional, a liberdade de imprensa ou o desenvolvimento económico são outros temas que vários deputados e dirigentes do PCP vão abordar até domingo.

Na Festa do Avante! estarão delegações de 23 países vindos de vários pontos do globo, como o Partido do Povo, do Irão, o OLP, da Palestina, a Frelimo, de Moçambique, os Partidos Comunistas do Chile, Colômbia e Uruguai ou a FRETILIN, de Timor-Leste.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.