Autoridades indonésias em alerta máximo devido a ameaça terrorista em Bali


 

Lusa/AO online   Internacional   10 de Out de 2012, 10:06

A polícia indonésia anunciou esta quarta-feira estar em alerta máximo por ter "informações credíveis" de uma ameaça terrorista contra as cerimónias que vão, na sexta-feira, assinalar 10 anos sobre os atentados de Bali.

“Segundo informações credíveis, terroristas planeiam lançar um ataque contra o evento para assinalar os atentados de Bali”, disse o número dois da polícia da província de Bali, I Ketut Untung Yoga Ana, citado pela agência noticiosa AFP.

Perante a possibilidade de um atentado terrorista, a segurança em todas as entradas em Bali, incluindo portos e aeroportos, será reforçada e "medidas de segurança extraordinárias estão a ser tomadas", acrescentou.

A polícia indonésia tinha indicado anteriormente que mais de mil membros das forças de segurança tinham sido destacados para a cerimónia de sexta-feira, em que está prevista a participação da primeira-ministra australiana, Julia Gillard.

Os atentados de 2002 contra os espaços noturnos Sari Club e Paddy's Bar, na zona de Kuta, na ilha de Bali, levados a cabo pelo grupo Jemaah Islamiyah, ligado à Al-Qaida, causaram a morte a 202 pessoas, entre as quais 88 australianos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.