Açoriano Oriental
Covid-19
Autoridade de Saúde dos Açores desaconselha realização de Pão por Deus

A Autoridade de Saúde Regional dos Açores “desaconselha” a realização da tradição do Pão por Deus, em que as crianças batem de porta em porta nas suas localidades, recebendo guloseimas, devido à pandemia de covid-19.

Autoridade de Saúde dos Açores desaconselha realização de Pão por Deus

Autor: AO Online/ Lusa

“A Autoridade de Saúde Regional desaconselha o cumprimento da tradição do Pão por Deus, na medida em que mesma implica, habitualmente, a aglomeração de crianças, muitas delas com idade inferior a 10 anos, as quais não têm a obrigatoriedade de utilizar máscara, bem como a partilha de bens oferecidos por pessoas que não pertencem aos respetivos agregados familiares”, lê-se numa circular informativa da Direção Regional da Saúde.

Nos Açores, a tradição do Pão por Deus ainda tem grande expressão, movimentando milhares de crianças, no dia 01 de novembro.

A Autoridade de Saúde Regional alerta para a importância de se “cumprir as medidas de prevenção contra a covid-19, como sejam a higienização das mãos, distanciamento físico e etiqueta respiratória”, alegando que essas medidas “poderão ficar comprometidas na efetivação desta tradição por parte das crianças mais pequenas”.

Desde o início do surto, foram registados nos Açores 384 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19, tendo ocorrido 16 óbitos e 235 recuperações.

Atualmente, contabilizam-se 80 casos positivos ativos, dos quais 64 na ilha de São Miguel, nove na ilha Terceira, dois na ilha do Pico, dois na ilha do Faial, um na ilha Graciosa, um na ilha de Santa Maria e um na ilha das Flores.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 45,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.468 pessoas dos 137.272 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.