Vila Franca do Campo

Autarquia corta aumentos salariais que chegavam a 65%

Autarquia corta aumentos salariais que chegavam a 65%

 

Luís Pedro Silva   Regional   25 de Nov de 2009, 14:48

A Câmara Municipal de Vila Franca do Campo decidiu em reunião camarária revogar o despacho de alteração de posicionamento remuneratório assinado pelo anterior presidente da edilidade em 21 de Setembro, onde inclui o aumento de salário a 14 funcionários, com percentagens entre os 65% e 15%.
Os aumentos salariais foram atribuídos pelo antigo presidente do município, Rui Melo, a três técnicos superiores, seis coordenadores técnicos, dois assistentes técnicos e quatro assistentes operacionais.

Os motivos para o aumento de vencimentos, segundo o despacho de Rui Melo, estão relacionados com “o volume de trabalho, a complexidade, o nível de exigência do mesmo e os resultados alcançados, que justificam que se considere extremamente importante para a gestão deste Município”, alegou o anterior presidente da autarquia.

Os aumentos de vencimentos pretendiam ainda “reconhecer o esforço e empenhamento de alguns trabalhadores, dentro dos limites das disponibilidades orçamentais existentes”, sublinha o despacho assinado por Rui Melo.


Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de Quarta-Feira,Dia 25 de Novembro de 2009

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.