Atletismo tem de caminhar para a especialização, para o rendimento desportivo

Atletismo tem de caminhar para a especialização, para o rendimento desportivo

 

Arthur Melo   Outras modalidades   17 de Out de 2019, 07:27

Paulo Reis, técnico nacional de lançamentos da Federação Portuguesa de Atletismo orientou uma formação em São Miguel na passada semana e em entrevista ao Açoriano Oriental traçou uma radiografia da modalidade e apontou o caminho a seguir

Qual foi o objetivo desta formação e que tipo de trabalho foi desenvolvido durante os dois dias de estágio?

A formação era destinada, sobretudo, à área dos lançamentos, mas teve duas intervenções: uma ao nível técnico, onde foi abordado o peso, o disco e o martelo, e outra mais ao nível condicional, onde foi abordada a preparação física dos atletas em termos de reforço do core, metodologia do treino da força e execução técnica dos principais exercícios de força que estes jovens devem fazer. O objetivo foi ir ao encontro de uma solicitação da Associação de Atletismo de São Miguel (AASM) e tentar dotar os treinadores, e também os principais atletas da ilha, de mais algumas ferramentas para que possam continuar a progredir em termos de resultados desportivos.


Pode ler a entrevista na íntegra na edição desta quinta-feira, 17 outubro 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.