Atelier de Nuno Gama no Porto assaltado e vandalizado


 

Lusa/AOonline   Nacional   2 de Dez de 2008, 11:30

O atelier do estilista português Nuno Gama, no Porto, foi esta madrugada assaltado e vandalizado tendo sido levadas mais de 200 peças, incluindo a colecção Outono/Inverno 2008, disse à Lusa o estilista.
Segundo Nuno Gama, o assalto ao atelier, situado na rua Adolfo Casais Monteiro, ocorreu "de madrugada", tendo provocado danos no estabelecimento e sido roubadas "peças que estavam na loja e no armazém".

    "Eu cheguei ao atelier por volta das nove horas e foi quando dei conta do que tinha acontecido", explicou o estilista.

    "Arrombaram a porta e levaram a roupa toda", relatou.

    Ainda de acordo com Nuno Gama, estão a aguardar pela confirmação "se o seguro já foi ou não accionado".

    A PSP foi chamada ao local de manhã não havendo suspeitos do assalto.

    A loja/atelier foi inaugurada em Setembro deste ano para comemorar os 20 anos de carreira do estilista.

    Em Outubro de 1998, um incêndio no atelier do estilista, na Rua do Almada, em plena Baixa do Porto, destruiu quase todas as colecções criadas em oito anos de actividade e levou ao encerramento da sua cadeia de lojas.

    Na altura apenas restou uma colecção, que estava no Mercado Ferreira Borges, no Porto, destinada a ser exibida durante o Portugal Fashion.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.