Açoriano Oriental
Áreas Marinhas Protegidas devem implicar compensações financeiras

O líder do BE/Açores, António Lima, defende a criação de Áreas Marinhas Protegidas e que “sejam implementadas com urgência”, mas exige compensações financeiras para “quem tiver perda de rendimentos, nomeadamente aos pescadores”.

Áreas Marinhas Protegidas devem implicar compensações financeiras

Autor: Lusa/AO Online

“Têm de existir compensações para quem tiver impactos negativos na sua atividade, porque a proteção do oceano tem que ser de todos e para todos”, afirmou António Lima, no sábado, na cidade da Horta, no encerramento das Conferências 'Zuraida Soares'.

O partido lembra em comunicado que o executivo regional “assumiu o compromisso de que até ao final de 2023 as áreas marinhas protegidas iam abranger 30% do mar dos Açores, mas esse objetivo não vai ser cumprido, porque o governo falhou no diálogo e na procura de soluções que levassem a um consenso entre comunidade científica e pescadores”.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados