Andreia Sousa em residência artística no Pico

Andreia Sousa em residência artística no Pico

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   27 de Ago de 2019, 11:26

A artística micaelense, Andreia Sousa, volta à ilha do Pico e ao Festival Cordas para pintar, em residência artística. A edição deste ano decorre de 11 a 15 de setembro por todo o concelho da Madalena.

No ano passado Andreia Sousa trabalhou com a MiratecArts chegando às escolas com workshops para crianças, elaborou uma exposição da sua pintura e ainda construiu uma pintura gigante, que ficou em exposição permanente na Biblioteca Municipal da Madalena. Com(Cordas), a pintura de Andreia Sousa, são oito metros quadrados que prestam homenagem à Viola da Terra, aos instrumentos de corda, aos rostos do passado ao presente, e à chamarrita do Pico, recorda nota de imprensa.


Regressando ao festival este mês de setembro, a artista deseja inspirar-se em fotografias antigas e participar nos programas desta edição, para elaborar novas peças de arte e ainda pintar uma nova obra gigante, um mural ao ar livre.



Nesse sentido, a MiratecArts está a "recolher as fotografias e o seu diretor artístico, Terry Costa, já se disponibilizou a ir visitar as casas de pessoas que desejam partilhar as suas fotos para mais facilmente digitalizar as imagens. Quantos mais participarem, melhor, pois assim apresentamos mais artistas, mais tocadores de instrumentos de corda. As expressões de rosto, posições e diversidade de instrumentos são os elementos principais nesta busca de imagens" disse Terry Costa na mesma nota.



Uma peça especial está a ser estudada para a freguesia da Candelária, "por isso é muito importante que as gentes desta terra partilhem as imagens que têm, para conseguirmos a melhor peça de arte representativa de toda a freguesia".


Andreia Sousa é natural de São Miguel, auto-didata, dedica a sua vida à criação artística, procurando testar e desenvolver novas técnicas, suportes e materiais. Licenciou-se em Psicologia, tendo desde então tido como foco principal do seu trabalho o ser humano e as suas emoções, exprimindo-se maioritariamente através da pintura. Andreia colabora com MiratecArts há dois anos, faz parte da rede discoverazores.eu, e sua presença no Pico já é bem visível, não só com o projeto Com(Cordas), mas também a pintura "Arte para todos, todos pela Arte" na MiratecArts Galeria Costa, Palco LUX, um dos locais de performance para o encerramento da quarta edição do Festival Cordas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.