Açoriano Oriental
Educação
Alunos do primeiro ciclo vão receber fruta na escola a partir de Janeiro
Mais de seis mil alunos das escolas do primeiro ciclo do ensino básico nos Açores vão beneficiar, a partir de Janeiro, de um programa de distribuição de fruta e produtos hortícolas.
Alunos do primeiro ciclo vão receber fruta na escola a partir de Janeiro

Autor: Lusa / AO online
 “O objectivo é criar hábitos de alimentação saudável nas crianças”, afirmou Maria Lina Mendes, secretária regional da Educação, em declarações à Lusa.

No quadro deste programa, as crianças vão poder consumir gratuitamente frutas como maçã e pêra e produtos hortícolas como tomate e cenoura.

“É uma medida muito importante”, frisou, destacando os benefícios que o consumo de fruta e produtos hortícolas desempenha no crescimento das crianças.

Os dados revelados pela Secretaria Regional da Educação indicam que mais de uma centena de escolas se candidataram ao apoio para a distribuição de fruta e produtos hortícolas aos alunos do primeiro ciclo.

As estimativas apontam para que mais de seis mil crianças possam beneficiar deste programa, que arranca em Janeiro, no início do segundo período escolar.

“Será um processo idêntico ao do leite escolar, as escolas compram os produtos e depois enviam as facturas à Direcção Regional de Educação”, salientou Lina Mendes.

A secretária regional da Educação assegurou, no entanto, que os produtos que serão distribuídos às crianças “têm que respeitar determinadas exigências” ao nível da qualidade.

O objectivo é que a distribuição destes produtos seja diária nas escolas, mas Lina Mendes admitiu que a verba disponível poderá inviabilizar essa pretensão.

“A periodicidade da distribuição depende das verbas existentes, que serão distribuídas pelas escolas que aderirem ao projecto”, afirmou.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.