Alterações ao Regulamento de Trânsito na Praia da Vitória em apreciação pública

Alterações ao Regulamento de Trânsito na Praia da Vitória em apreciação pública

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   21 de Jan de 2019, 11:39

Encontra-se, desde da passada sexta-feira, dia 18 de janeiro, em discussão pública, a proposta de alteração ao Regulamento de Trânsito da cidade da Praia da Vitória, aprovada pela Câmara Municipal.

Este período, onde todos os munícipes e interessados podem dar a sua opinião sobre as várias alterações à circulação do trânsito automóvel e estacionamento no centro histórico da Praia da Vitória, prolonga-se por 30 dias úteis.


A nota de imprensa da autarquia, enviada às redações, recorda que, no final do ano passado, após obter parecer positivo do Conselho Municipal de Trânsito, o município da Praia da Vitória aprovou as alterações ao trânsito automóvel e às regras de estacionamento no centro histórico da cidade, que visam “melhorar substancialmente a mobilidade de quem reside, trabalha ou vem à Praia da Vitória”, segundo refere o presidente da autarquia, Tibério Dinis, citado na mesma nota.


Tibério Dinis espera poder introduzir, no terreno, tais alterações, no fim de semana da Páscoa, mas, para já, “está aberto um período de discussão pública onde todos os interessados podem apresentar, por escrito, sugestões ao executivo”.


As alterações ao Regulamento de Trânsito encontram-se disponíveis para consulta na página da internet da Câmara Municipal da Praia da Vitória (www.cmpv.pt) e na Divisão Administrativa e Jurídica da Autarquia, sita na rua do Cruzeiro, todos os dias úteis, durante o horário normal de expediente, das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 16h30.


Quem utilizar as plataformas informáticas para analisar as alterações e quiser, por essa via, enviar sugestões ao presidente da Câmara, deve remetê-las por correio eletrónico para o endereço geral@cmpv.pt. Se preferir fazer por correio convencional deve enviar os seus contributos para os Paços do Concelho, sita à Praça Francisco Ornelas da Câmara (9760-851 Santa Cruz, Praia da Vitória), ou entregar em mão no Setor de Atendimento a Munícipes.


Alterações em análise

Refira-se que as principais alterações ao trânsito na Praia da Vitória centram-se em duas zonas essenciais: Praça Francisco Ornelas da Câmara e Largo Conde da Praia (popularmente conhecido como Largo da Luz).


Assim, partindo da Praça Francisco Ornelas da Câmara passará a ser possível sair para o lado do Auditório do Ramo Grande, com a inversão de sentido de trânsito da rua Serpa Pinto e da Travessa Formosa, mantendo-se a possibilidade de circular no sentido inverso (Auditório Ramo Grande – Praça Francisco Ornelas da Câmara) através da reabertura ao trânsito da rua Aniceto Ornelas, o que obrigará a ajustes no Largo João de Deus, nomeadamente a criação de um passeio pedonal suspenso sobre o areal da Praia da Grande e de uma nova escadaria de acesso à zona de banhos, que será dotada de novas infraestruturas de apoio, como balneários e casa de apoio aos nadadores salvadores, mantendo-se assim a extensão do passeio marginal pedonal, explica a autarquia.


Entretanto, a rua Constantino José Cardoso, que atualmente só permite virar à direita na rua do Hospital, passará a permitir acesso à Praça Francisco Ornelas da Câmara, através da reabertura de parte do troço desta via que também hoje está encerrado ao trânsito, facilitando-se, assim, que quem está na Avenida Álvaro Martins Homem, junto ao edifício dos bares da marginal, possa, mais facilmente, chegar até à praça central da cidade e até sair da cidade pelo lado do Auditório do Ramo Grande.


Por outro lado, quem descer a rua Alexandre Ramos (em frente à Igreja Matriz), ao chegar ao entroncamento com a rua dos Remédios (junto ao Auditório do Ramo Grande), poderá passar a virar à esquerda (atualmente só é permitido virar à direita), de modo a que este troço até à rua Serpa Pinto, tenha dois sentidos, facilitando o acesso novamente à Praça Francisco Ornelas da Câmara ou a saída da cidade para o lado do Cabo da Praia.


Já na entrada da cidade pelo Largo Conde da Praia as alterações visam que a rua da Artesia passe, novamente, a ter dois sentidos de trânsito, entre a Avenida Paço do Milhafre e o Largo da Luz.


Entretanto, nesse Largo (que atualmente só permite a entrada para a rua de Jesus) passarão a existir também dois sentidos, uma vez que a rua Gervásio Lima verá o seu sentido de trânsito alterado, ou seja, passará a subir desde o Largo Dr. Teotónio M. Pires, permitindo-se a saída da cidade para o lado do cemitério ou virar à esquerda para a rua de Jesus. Na rua Gervásio Lima será também alterado o lado da faixa de rodagem destinado ao estacionamento automóvel.


Para não criar bloqueios à circulação, no cruzamento da rua Comendador Francisco José Barcelos (rua dos Bombeiros e das escolas Vitorino Nemésio e Profissional), com a rua da Artesia e Largo da Luz, será construída uma rotunda, confluindo para aí quatro vias todas com dois sentidos de trânsito.


No Largo da Luz serão eliminados os atuais espaços de estacionamento de autocarros de turismo e proceder-se-á ao alargamento da via de acesso à rua de Jesus, sendo feitas alterações também nos passeios em frente ao Lar D. Pedro V e o parque de estacionamento em frente ao Tribunal da Praia.


Estacionamento alterado

Outras alterações que merecem realce dizem respeito ao estacionamento. Desta forma, na Avenida Beira-Mar será proibido o estacionamento automóvel, sendo criada, em alternativa, uma bolsa na zona em frente aos bares (zona, aliás, prevista há 18 anos, aquando das obras ali realizadas, mas nunca destinada a esse efeito).


Já no Largo José Silvestre Ribeiro (junto à GNR) serão também criados espaços de estacionamento reservados às operações turísticas com autocarros, praça de táxis (em período noturno) e estacionamento para pessoas portadoras de deficiência. Também na rua do Hospital, nos cerca de 30 metros entre a rua Constantino José Cardoso e a rua da Alfândega, serão criados mais cinco lugares de estacionamento.


Outra alteração ao estacionamento prende-se com os espaços gratuitos de curta duração e com os espaços destinados a cargas e descargas. Os espaços atualmente destinados a estacionamento de curta duração sem parquímetro passarão de 15 para 30 minutos, sendo que estes espaços servirão também para efeito de cargas e descargas.


No diz respeito a esta matéria (cargas e descargas), as alterações em discussão pública estipulam que, em particular, na rua de Jesus, no troço encerrado ao trânsito automóvel, estas operações só serão possíveis entre as 19 horas e as 10 horas do dia seguinte.


Tibério Dinis acredita que “este conjunto de alterações permita uma melhor mobilidade no acesso e na saída” ao centro histórico da cidade.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.