Açoriano Oriental
Eleições/Açores
Aliança faz balanço positivo da campanha e espera eleição de deputados

O líder do Aliança nos Açores, Paulo Silva, fez um balanço “extremamente positivo” da campanha do partido para as eleições regionais de domingo e manifestou-se confiante na eleição de dois deputados.

Aliança faz balanço positivo da campanha e espera eleição de deputados

Autor: Lusa/AO Online

“Foi um balanço extremamente positivo. Foram 94 dias antes de entrarmos propriamente na campanha eleitoral, percorremos as nove ilhas dos Açores pelo mar, identificámos situações problemáticas e que transmitimos à Autoridade Regional de Saúde, bem como aos Portos dos Açores”, declarou o candidato.

Paulo Silva salientou que o Aliança sente ser “possível eleger um deputado por São Miguel e um deputado pela Terceira”, argumentando que a sondagem de rua “é que é real”.

“Sentimos que a população está muito presa ao Estado. O Estado influencia a vida das pessoas diariamente. E com isso conseguimos apresentar o nosso manifesto eleitoral, o nosso programa eleitoral, em que a inclusão, a educação e a saúde, bem como a cultura, foram traves mestras para estes 15 dias da reta final de campanha”, notou.

O cabeça de lista do Aliança pelos círculos da Terceira e de compensação reforçou houve uma boa receção por parte das pessoas, acrescentando que “há uma vontade de querer ser mais, de ter mais”.

O Aliança/Açores decidiu encerrar na terça-feira a campanha eleitoral de rua, devido à pandemia de covid-19, mantendo apenas a presença "nas plataformas digitais" e nos debates marcados.

Ainda assim, o partido convidou hoje a comunicação social a estar presente no Pátio da Alfândega, em Angra do Heroísmo (ilha Terceira), para fazer um balanço da campanha eleitoral, que termina oficialmente na sexta-feira.

Nas eleições regionais açorianas existe um círculo por cada uma das nove ilhas (São Miguel, Terceira, Faial, Pico, São Jorge, Graciosa, Santa Maria, Flores e Corvo) e um círculo regional de compensação, reunindo os votos que não foram aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.

Ao todo, são 13 as forças políticas que se candidatam no domingo aos 57 lugares da Assembleia Legislativa Regional: PS, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Iniciativa Liberal, Livre, PAN, Chega, Aliança, MPT e PCTP/MRPP.

O Aliança concorre pelos círculos de São Miguel, Terceira e de compensação.

Nas anteriores legislativas açorianas, em 2016, o PS venceu com 46,4% dos votos, o que se traduziu em 30 mandatos no parlamento regional, contra 30,89% do segundo partido mais votado, o PSD, com 19 mandatos, e 7,1% do CDS-PP (quatro mandatos).

O BE, com 3,6%, obteve dois mandatos, a coligação PCP/PEV, com 2,6%, um, e o PPM, com 0,93% dos votos expressos, também um.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.