Açoriano Oriental
Açores/Eleições
Aliança congratula-se com “convergência dos partidos à direita”

O partido Aliança congratulou-se este sábado pelo resultado das negociações entre os vários partidos de direita, que levou à indigitação do social-democrata José Manuel Bolieiro como presidente do Governo Regional dos Açores.

Aliança congratula-se com “convergência dos partidos à direita”

Autor: AO Online/ Lusa

Em nota de imprensa enviada hoje, a direção política nacional do Aliança "congratula-se com o resultado das negociações entre os vários partidos com assento na Assembleia Legislativa dos Açores, permitindo a indigitação do dr. José Manuel Bolieiro para presidente do Governo Regional dos Açores”.

“Esta convergência dos partidos à direita do Partido Socialista reforça a pertinência de um entendimento nacional no mesmo sentido, que defendemos desde o nosso II Congresso, como forma de afastar os socialistas e os seus aliados da extrema-esquerda da governação, com os nefastos efeitos que se conhecem das suas medidas na vida diária dos portugueses”, prossegue o comunicado.

Nas eleições legislativas regionais de 25 de outubro, o Aliança foi a 10.ª força política mais votada, com 422 votos, que correspondem a 0,42%.

O líder do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, foi hoje indigitado presidente do Governo Regional pelo representante da República, Pedro Catarino, na sequência das eleições de 25 de outubro.

A indigitação foi anunciada no final do segundo dia de audições de Pedro Catarino aos partidos com assento na nova Assembleia Legislativa, que terá, pela primeira vez, oito forças políticas.

Pedro Catarino justificou a nomeação do social-democrata com o facto de a coligação PSD/CDS-PP/PPM (26 deputados) ter o apoio parlamentar de Chega (dois deputados) e Iniciativa Liberal (um deputado), garantindo assim maioria absoluta no hemiciclo regional, com 29 dos 57 lugares.

O PS venceu as eleições legislativas regionais, mas perdeu a maioria absoluta, que detinha há 20 anos, elegendo 25 deputados.

O PSD foi a segunda força política mais votada, com 21 deputados, seguindo-se o CDS-PP, com três. Chega, BE e PPM elegeram dois deputados e Iniciativa Liberal (IL) e PAN um cada.

A instalação da Assembleia Legislativa, que tem um total de 57 deputados, está marcada para 16 de novembro. Habitualmente, o Governo Regional toma posse, perante o parlamento, no dia seguinte.

Depois da tomada de posse, o programa do executivo terá de ser entregue na Assembleia Legislativa em 10 dias.



 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.