Imigração

AIPA abre espaço "encurtar distâncias" com os países de origem

AIPA abre espaço "encurtar distâncias" com os países de origem

 

Lusa/AOonline   Regional   20 de Nov de 2008, 10:50

A Associação dos Imigrantes nos Açores abre sexta-feira um espaço dedicado às tecnologias de informação e comunicação (TIC) que pretende contribuir para "encurtar distâncias" entre o arquipélago os países de origem.
"Centenas de imigrantes não vão à terra de origem com regularidade e a utilização das novas tecnologias, isto sem substituir o desejável encontro, pode contribuir para diminuir as distâncias e saudades", adiantou o presidente da AIPA à agência Lusa.

    Paulo Mendes explicou que o espaço ficará instalado na sede da instituição na cidade de Ponta Delgada, um projecto com um custo de 36 mil euros.

    Esta iniciativa surge no âmbito de um protocolo celebrado com a direcção regional de Ciência e Tecnologia, na sequência de uma candidatura feita a um programa que apoia a criação de Espaços TIC na região.

    Está equipado com oito computadores ligados à internet e a associação estima que o espaço receba, no primeiro ano, uma média de 25 utilizadores diários.

    Segundo o presidente da AIPA, o objectivo é, também, contribuir para minimizar a info-exclusão junto dos imigrantes no concelho de Ponta Delgada e facilitar a comunicação com familiares.

    A sua utilização é gratuita para os sócios da AIPA, enquanto que os não associados terão que pagar uma quota mensal simbólica de 2,5 euros, explicou Paulo Mendes.

    Criada há cinco anos, a Associação dos Imigrantes nos Açores, conta actualmente com 740 sócios, que pagam uma quota anual de dez euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.