Agências federais a fechar até que Congresso aprove acesso a fundos

Agências federais a fechar até que Congresso aprove acesso a fundos

 

Lusa/AO Online   Internacional   1 de Out de 2013, 08:53

A falta de acordo entre republicanos e democratas coloca os Estados Unidos em encerramento parcial do governo federal em 17 anos, um problema que se irá manter até que o Congresso aprove novos fundos.

 

O encerramento obrigará a mandar para casa mais de 800.000 pessoas entre os 2,1 milhões de funcionários federais durante o tempo que se prolongue a escassez de fundos e poderá custar mais de mil milhões de dólares para os cofres públicos, segundo a Casa Branca.

A emissão de dados económicos será interrompida, os parques nacionais ficarão fechados embora se mantenham serviços básicos como correio, controlo de tráfego aéreo, emissão de cheques de pensões e a atividade de agentes policiais e de segurança.

Embora as agências federais tenham iniciado a paralisação, republicanos e democratas continuam em reuniões no Congresso com o objetivo de solucionar o problema que, contudo, não evita uma paragem de, pelo menos, um dia.

O principal ponto da discórdia entre republicanos e democratas é o adiamento pretendido pelos republicanos da reforma da saúde, que Barack Obama recusa protelar.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.