Iémen

64 imigrantes clandestinos africanos morrem no mar


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Nov de 2007, 17:26

Sessenta e quatro africanos clandestinos morreram afogados quarta-feira ao largo das costas do Iémen, à entrada do Golfo de Aden, anunciou a agência iemenita Saba, adiantando que 25 outros sobreviveram.
Três crianças e sete mulheres contam-se entre as vítimas, cujos corpos foram recuperados por pescadores e pela guarda-costeira iemenita.

A embarcação que os transportava naufragou ao largo da província de Chabwa, sueste, acrescentou a agência, sem referir a nacionalidade das vítimas.

Segundo a Saba, 25 sobreviventes conseguiram alcançar a costa a nado.

No início de Novembro, as autoridades iemenitas informaram da morte de 40 somalis, lançados ao mar por traficantes.

Faziam parte de um grupo de 120 somalis, partidos de Bosasso (Somália) a bordo de uma embarcação de traficantes, que os obrigaram a lançar-se ao mar perto das costas do Iémen.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.