Açoriano Oriental
16ª edição do Juvearte no Teatro Micaelense
A 16ª edição do Juvearte - Festival de Teatro decorre no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, a partir desta quarta-feira.
article.title

Foto: Lucía Puchol
Autor: Ana Carvalho Melo

Na quarta-feira, dia 28, a Companhia Um Mais Um Teatro leva à cena ”As Mãos de Eurídice”, um monólogo do autor brasileiro Pedro Bloch. De entre as 30 peças que Pedro Bloch (1914-2004) assinou, “As Mãos de Eurídice” é o seu maior sucesso, tendo sido encenada em mais de 45 países. A peça será apresentada em duas sessões: às 15h00 (escolas) e às 21h30 (público em geral).

Na quinta-feira, dia 29, o Grupo de Teatro Alpendre apresenta “À Roda da Noite”, uma peça construída a partir de cinco contos de Mia Couto, adaptados por José Rui Martins e Pompeu José.

Na sxta-feira, dia 30, sobe ao palco “Pedido de Casamento”, uma comédia de Anton Tchekhov, adaptada à realidade portuguesa actual pel’ A Jangada Grupo de Teatro, num encenação de Joaquim Salvador.

A encerrar o festival, no sábado, “A Entrada do Rei”, uma peça do dramaturgo seiscentista Jacinto Cordeiro, apresentada pela companhia Este Estação Teatral, com encenação de Nuno Pino Custódio. "A Entrada do Rei", na tradição ocidental dos contadores de histórias, onde Dario Fo ou Philippe Caubère são referências incontornáveis, é um pretexto para explorar o Teatro Total e a vertente do actor-criador.

O Juvearte é uma organização da Associação de Juventude de Candelária em coprodução com o Teatro Micaelense.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.