Nobel

Vargas Llosa "muito comovido" com Prémio Nobel

Vargas Llosa "muito comovido" com Prémio Nobel

 

Lusa/AO online   Internacional   7 de Out de 2010, 17:09

O escritor peruano Mario Vargas Llosa afirmou esta sexta-feira sentir-se “muito comovido e entusiasmado” pela concessão do Prémio Nobel da Literatura, segundo noticiou a agência de notícias peruana Andina.
As primeiras declarações do escritor foram feitas em Nova Iorque onde é professor na Universidade de Princeton, precisou a agência.

“Ainda não acredito”, disse Vargas Llosa, em declarações ao El Mundo, reconhecendo que no início pensou que se tratava de uma brincadeira de um amigo.

Vargas Llosa explicou que “há muito anos” que o seu nome já não era incluído entre os favoritos para receber o galardão.

Contou que estava a trabalhar – “levanto-me muito cedo (05:30) para ler” – quando a sua mulher atendeu um telefonema e o informou que não sabia bem o que queriam.

“Voltaram a ligar e foi então que me disseram que tinha sido premiado”, explicou o escritor peruano.

“Fiquei a pensar se era uma brincadeira que um amigo me tivesse feito”, disse.

Vargas Llosa foi reconhecido por uma escrita que faz a "cartografia das estruturas do poder", justificou hoje a Academia Sueca.

O organismo elogiou ainda um autor cuja obra revela "imagens mordazes da resistência, revolta e dos fracassos do indivíduo".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.