Açoriano Oriental
Três em cada 10 açorianos em risco de pobreza

Inquérito às Condições de Vida e Rendimento mostra um agravamento da taxa de risco de pobreza e uma evolução positiva da distribuição do rendimento. Secretaria da Solidariedade Social lembra que as ações contra a pobreza visam “conseguir romper com a reprodução da pobreza entre as gerações”

article.title

Foto: Pedro Amaral
Autor: Ana Carvalho Melo

Três em cada dez açorianos estavam em risco de pobreza em 2018, de acordo com os resultados do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento, ontem divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). De acordo com os dados do INE, a taxa de risco de pobreza nos Açores era de 31,8% em 2018, apresentando a Região, juntamente com a Madeira (27,8%), taxas de risco de pobreza “bastante superiores ao valor nacional”.


Ler mais na edição desta quarta-feira, 27 novembro 2019, do jornal Açoriano Oriental


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.