Richie Campbell e dois milhões de luzes animam Lisboa no Natal e fim de ano

Richie Campbell e dois milhões de luzes animam Lisboa no Natal e fim de ano

 

Lusa/Ao online   Nacional   24 de Nov de 2018, 19:18

Dois milhões de lâmpadas, uma árvore de trinta metros no Terreiro do Paço e concertos de Richie Campbell, Branko e da Orquestra Metropolitana de Lisboa são apostas da capital para a programação de Natal e passagem de ano.

A programação foi apresentada hoje nos Paços do Concelho de Lisboa, onde o presidente da Câmara, Fernando Medina (PS), adiantou que as ruas da capital estão decoradas com dois milhões e 150 mil lâmpadas ‘led’, num conjunto de “mais de 215 quilómetros de iluminação”.

As luzes vão decorar 43 artérias, principalmente na baixa da cidade, mas também em zonas como Alvalade ou a avenida Almirante Reis.

Apesar de constituir um aumento face ao ano passado, a Câmara de Lisboa refere que o facto de haver mais luzes nas ruas, praças e avenidas da cidade “não corresponde a um significativo aumento de consumo energético”.

As iluminações foram ligadas hoje, junto à árvore que decora o Terreiro do Paço, cerca das 18:10, e continuarão ligadas até dia 06 de janeiro, num investimento de 800 mil euros.

Também o Terreiro do Paço vai ser palco dos concertos de final do ano.

O dia 29 de dezembro será animado pelo ‘dj’ e produtor Branko, que terá como convidados Carlão, Sara Tavares, Dino D’Santiago e Cachupa Psicadélica.

No dia seguinte, o palco será tomado pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, dirigida pelo maestro Pedro Amaral, a quem se juntarão o tenor Carlos Guilherme e a soprano Elisabete Matos.

No último dia do ano, a animação começa pelas 22:00, com os apresentadores Joana Azevedo e Diogo Beja.

Antes da passagem do ano, o palco será de Daniel Pereira Cristo, que convida Tatanka, João Só e Ana Bacalhau a juntarem-se a ele. Já depois do soar das doze badaladas e do habitual fogo de artifício, o espetáculo continua pelas vozes de Richie Campbell, Dengaz, Mishlawi, Plutónio e Dj Dadda, que só deixam o palco pelas 02:00.

A programação de Natal contará com um concurso de montras, que junta 46 concorrentes, em 11 freguesias, concertos em igrejas e no aeroporto, animação em espaços públicos, teatro, ópera ou sessões de meditação no Cinema São Jorge.

Naquela que apelidou como a “conferência de imprensa mais aguardada” do ano, o presidente da Câmara destacou que a programação de Natal é “conhecida por ser rica e diversificada”.

Fernando Medina adiantou também que, em conjunto, os programas de Natal e ano novo constituirão um investimento de 670 mil euros, mas, segundo a presidente da EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, “uma parte muito substancial deste valor será assegurado por patrocínios”.

Joana Cardoso destacou também que na passagem de ano “as garrafas de vidro não vão ser permitidas” no Terreiro do Paço, à semelhança do que aconteceu no ano passado, e que serão usados copos reutilizáveis.

Em termos de medidas de segurança para essa noite, onde vários milhares de pessoas saem à rua, o presidente da Câmara adiantou que “serão tratadas com todo o cuidado, em articulação com a PSP e de acordo com os padrões definidos, para que todas as pessoas e sintam bem e tenham segurança efetiva”.

Por isso, será adotado o “dispositivo que é usual nestas épocas”, e “vai estar tudo preparado para que a noite corra bem”, acrescentou Medina.

Também a Praça do Município contará, entre 01 de dezembro e 06 de janeiro, com um mercado de Natal, um carrossel, animação, a par de uma exposição com “as melhores primeiras páginas de Natal” do Diário de Notícias.

Já entre 01 de dezembro e 01 de janeiro, o Parque Eduardo VII vai receber o ‘Wonderland’ Lisboa 2018, que traz à capital uma roda gigante e uma pista de gelo ecológica.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.