Respostas sociais especializadas são importante contributo para a qualidade de vida na Terceira Idade, afirma Andreia Cardoso

Respostas sociais especializadas são importante contributo para a qualidade de vida na Terceira Idade, afirma Andreia Cardoso

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   10 de Ago de 2018, 11:50

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou, em Angra do Heroísmo, que “o Governo dos Açores entende o desenvolvimento de respostas sociais dirigidas aos idosos como uma estratégia para a melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos, permitindo o desenvolvimento de ações mais próximas das pessoas, em especial daquelas que se encontram em situação de dependência e das suas famílias.”

 Andreia Cardoso, que visitou, a nova Estrutura para Idosos das Cinco Ribeiras, em Angra do Heroísmo, citada em nota do Gacs, afirmou “a contínua melhoria da rede de respostas sociais disponíveis não se atinge apenas por via do seu alargamento, mas, precisamente, pela especialização e pela adaptação dos cuidados prestados”, salientou a governante, destacando medidas recentemente anunciadas como o serviço de teleassistência, a formação de cuidadores formais e informais ou ainda a criação da comissão para a monitorização das políticas sociais na Região, além do já implementado serviço de apoio domiciliário.

 

O objetivo, reforça, é garantir que os “cuidados prestados aos nossos idosos beneficiários são os mais adequados à sua realidade e aos novos desafios que os tempos nos colocam.”

 

“Se entendermos a saúde e o bem-estar dos nossos idosos como a capacidade que estes têm de se adaptar e gerir o seu quotidiano à luz dos desafios físicos, emocionais e sociais que a vida lhes coloca então devemos considerar as respostas sociais como os meios que permitem a estas pessoas continuar a desenvolver atividades que sejam significativas para si e, possivelmente, contribuir para as vidas dos demais”, concluiu a secretária regional.

 

A valência visitada, investimento apoiado pelo Governo dos Açores em cerca de 2 milhões de euros, resulta da requalificação de um edifício do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora do Pilar das Cinco Ribeiras que permitiu a criação de uma nova resposta para idosos, com capacidade para 18 utentes, inaugurado há precisamente um ano.

 

Atualmente, a Região Autónoma dos Açores dispõe de 25 centros de dia e de noite, com capacidade de resposta para 550 utentes, nas ilhas de Pico, Faial, Santa Maria, São Jorge, São Miguel e Terceira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.