Bolsa

PSI 20 subiu 0.07% em linha com Europa


 

Lusa / AO online   Economia   13 de Jan de 2010, 16:21

 O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, encerrou esta quarta-feira a subir 0,07 por cento, para os 8.739,85 pontos, em linha com a maioria das bolsas da Europa, à excepção de Londres e Madrid.
Nesta sessão trocaram de mãos cerca de 42,9 milhões de acções no valor de 119 milhões de euros.

A bolsa portuguesa fechou em terreno positivo, com a Teixeira Duarte (mais 3 por cento, para 1,08 euros) e a Sonae (1,8 por cento, para 0,93 euros) a liderar os ganhos. Também a Jerónimo Martins subiu mais de 1,6 por cento, para 7,21 euros.

A Teixeira Duarte, principal accionista da Cimpor, beneficiou da proposta de fusão entre a brasileira Camargo Correia e a cimenteira portuguesa. A própria Cimpor fechou a sessão a ganhar 0,016 por cento, para 6,43 euros.

O bancos cotados terminaram a sessão "no vermelho", com o Banco Espírito Santo a liderar as perdas (menos 0,67 por cento, para 4,85 euros), o BPI a cair 0,26 por cento (para 2,26 euros) e o BCP a deslizar 0,11 por cento, para 0,90 euros.

Na energia registaram-se comportamentos diversos. A EDP e a EDP Renováveis fecharam o dia inalterados, nos 3,13 euros e 6,90 respectivamente. Já a Galp Energia perdeu 0,19 por cento, para 12,62 euros. A REN foi a única a fechar no verde, ganhando 0,06 por cento, para 3,03 euros.

O sector das telecomunicações também encerrou com ganhos, com a PT a subir 0,36 por cento, para 8,47 euros, a ZON a crescer 0,06 por cento, para 4,50 euros. Apenas a Sonaecom terminou o dia a descer, recuando 0,10 por cento, para 1,97 euros.

No universo Sonae, a casa-mãe fechou com ganhos, mas a Sonae Indústria desceu 0,44 por cento, para 2,68 euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.