PSD/Açores agenda debate sobre responsabilidade política de Vasco Cordeiro na situação da SATA

PSD/Açores agenda debate sobre responsabilidade política de Vasco Cordeiro na situação da SATA

 

Susete Rodrigues   Regional   10 de Out de 2018, 17:51

O PSD/Açores requereu esta quarta-feira um debate de urgência no parlamento, a realizar na sessão plenária da próxima semana, sobre a “responsabilidade política” do presidente do governo regional, Vasco Cordeiro, na “grave situação financeira” do Grupo SATA.

Em comunicado, os social-democratas consideram que “há uma relação direta entre o percurso político de Vasco Cordeiro, enquanto governante com responsabilidades sobre a SATA, e o agravamento da situação financeira da companhia aérea açoriana”.



“Primeiro como secretário regional da Economia e depois como Presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro conduziu a SATA a um beco sem saída, com a companhia aérea a perder mais de 160 milhões de euros numa década”, lembram.



Os parlamentares do PSD/Açores recordam que, há 10 anos, o Grupo SATA tinha uma “situação estável”, com capitais próprios positivos de 30 milhões de euros, tendo registado, no final de 2017, capitais próprio negativos de 133 milhões de euros, acrescentando que a “década negra” da história da SATA, que culminou, em 2017, com os maiores prejuízos de sempre – 41 milhões de euros –, “tem um primeiro responsável: Vasco Cordeiro”.



O PSD/Açores diz ainda que a situação financeira da SATA “continua em queda livre em 2018, ao registar, só nos primeiros seis meses deste ano, um prejuízo de 32 milhões”.



“Vasco Cordeiro fez aquilo que ninguém julgava possível: destruir uma empresa que ajudou a criar a identidade dos Açores enquanto Região”, salientam os social-democratas.






Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.