Energia

Produção de energias renováveis tem regras facilitadas

Produção de energias renováveis tem regras facilitadas

 

Lusa / AO online   Regional   25 de Fev de 2010, 09:22

O sistema de incentivos à produção de energia a partir de fontes renováveis nos Açores tem, a partir desta quinta-feira, novas regras que o tornam menos burocrático e mais acessível às famílias e empresas.
As mudanças introduzidas pelo executivo regional no PROENERGIA, criado em meados de 2006, têm como objectivo promover uma maior penetração das energias não poluentes no arquipélago.

Nesse sentido, além da desburocratização de alguns procedimentos, foi reduzido para 1000 euros o limite do investimento mínimo exigido às empresas e alterado o limite máximo do apoio a conceder, que passou para 50 por cento das despesas elegíveis até um máximo de 5000 euros.

São consideradas elegíveis as despesas com a aquisição e montagem dos equipamentos e com a adaptação das instalações, até um limite de 10 por cento do investimento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.