Produção automóvel cai 17,5% nos três primeiros trimestres


 

Lusa / AO online   Economia   19 de Out de 2007, 17:39

A produção automóvel em Portugal baixou 17,5 por cento nos três primeiros trimestres, devido ao encerramento da fábrica da General Motors no final de 2006, de acordo com dados da ACAP - Associação Automóvel de Portugal.
A produção automóvel em Portugal baixou 20,7 por cento no mês de Setembro, com queda de 4,5 por cento nos ligeiros de passageiros, redução de 51,0 por cento nos comerciais ligeiros e aumento de 24,0 por cento nos pesados.

Nos nove primeiros meses de 2007, foram montados em Portugal 135.166 veículos, quase 29 mil menos do que nos três primeiros trimestre de 2006, período em que a produção da General Motors na Azambuja totalizou 53.414 ligeiros.

Nos três primeiros trimestres do ano em curso, foram montados em Portugal 103.867 ligeiros de passageiros (mais 0,6 por cento do que em igual período do ano passado), 26.436 comerciais ligeiros (menos 53,1 por cento), 4.747 pesados de mercadorias (mais 15,4 por cento) e 116 autocarros (mais 22,1 por cento), num total de 4.863 pesados (mais 15,6 por cento).

Do total de veículos montados em Portugal nos nove primeiros meses, 131.217 destinaram-se à exportação (97,1 por cento da produção), dos quais 102.765 ligeiros de passageiros (98,9 por cento), 24.184 comerciais ligeiros (91,5 por cento) e 4.268 pesados (87,8 por cento do total de pesados montados).

A produção da AutoEuropa subiu 27,7 por cento nos nove primeiros meses de 2007, para 73.244 automóveis fabricados em Palmela, representando já mais de metade do número de veículos montados em Portugal.

A PSA Peugeot Citroen montou em Mangualde 30.623 ligeiros de passageiros no período em análise (mais 23,9 por cento) e 17.118 comerciais ligeiros (mais 3,0 por cento).

A Mitsubishi Fuso Truck Europe, no Tramagal, montou nos três primeiros trimestres 4.792 comerciais ligeiros (mais 7,3 por cento) e 3.395 veículos pesados (mais 15,7 por cento) e a Toyota Caetano produziu em Ovar 3.278 comerciais ligeiros (mais 34,2 por cento) e 316 pesados (menos 9,5 por cento).

A VN Automóveis montou 1.248 comerciais ligeiros (mais 89,1 por cento) e 1.152 pesados (mais 24,7 por cento).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.