Processo da ATA nasceu de denúncia anónima

Processo da ATA nasceu de denúncia anónima

 

Luís Pedro Silva   Regional   12 de Mar de 2019, 09:10

A Procuradoria da República da Comarca dos Açores emitiu um comunicado sobre o processo de investigação à Associação de Turismo dos Açores para revelar que a investigação nasceu de uma denúncia anónima, apresentada em fevereiro de 2018.

A mesma nota informa que, “após diligências iniciais que vieram a sustentar alguma da factualidade denunciada e na sequência da indiciação de crimes de abuso de poder, participação económica em negócio, falsificação de documentos, peculato e fraude para a obtenção de subsídio foram ordenadas diversas buscas”.

A investigação está a ser dirigida pelo Ministério Público, que conta com a colaboração da PJ e Organismo Europeu da Luta Anti-Fraude.

Em breve vão começar as perícias aos milhares de documentos físicos e digitais apreendidos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.