Primeiros da Ordem de Mérito 2008 jogam a 3 de Janeiro

Primeiros da Ordem de Mérito 2008 jogam a 3 de Janeiro

 

Arthur Melo   Outras modalidades   29 de Dez de 2008, 15:15

Rigoberto Oliveira, Miguel Amaral, José Oliveira e Francisco Bettencourt jogam no Campo de Golfe da Batalha uma prova onde os dois primeiros classificados ficam apurados para defrontar os profissionais Rui Índio e Scott McCaw.

Os primeiros classificados da Ordem de Mérito 2008, na Classificação Gross, vão disputar um torneio no próximo dia 3 de Janeiro de 2009.
Em competição, nos Percursos A e B do Campo de Golfe da Batalha, vão estar os jogadores Rigoberto Oliveira, Miguel Amaral, José Oliveira e Francisco Bettencourt, primeiro, segundo, terceiro e quarto classificados, respectivamente.
O torneio vai ser disputado na modalidade Match Play, 36 buracos, e os dois primeiros classificados na prova ficam apurados para disputar um torneio de pares no fim-de-semana imediatamente a seguir, a 9 de Janeiro, frente aos dois jogadores de golfe profissionais da VerdeGolf Country Club: o micaelense Rui Índio e o escocês Scott McCaw.
O sorteio do emparelhamento das duplas para a prova de dia 3 de Janeiro ditou que os irmãos Oliveira se defrontassem.
Assim, pelas 08h30, iniciam o jogo a dupla Rigoberto Oliveira - José Oliveira, seguindo-se dez minutos mais tarde (08h40) a dupla constituída por Miguel Amaral - Francisco Bettencourt.
Cumprida a primeira volta de 18 buracos aos percursos A e B do Campo de Golfe da Batalha, a partir das 13h00 iniciam a segunda volta os vencedores de cada formação para apuramento do primeiro e segundo lugares, seguindo-se pelas 13h30 os vencidos das respectivas formações, a fim de se apurar o terceiro e quarto classificados.
Como anteriormente já foi referido, os dois primeiros classificados voltam a jogar no dia 9 de Janeiro, também no Campo de Golfe da Batalha, disputando um torneio de pares onde pela frente vão ter como adversários Rui Índio e Scott McCaw.
A competição vai ser disputada na modalidade de Two Ball Battle Ball - Stroke Play, e promete ser uma animada jornada de golfe.
Será a oportunidade de poder ver, novamente e após um longo interregno competitivo, Rui Índio, ao mesmo tempo que pela primeira vez Scott McCaw vai exibir-se, em competição, perante os associados da VerdeGolf Country Club.
A expectativa, desde já, é enorme para se poder avaliar o nível competitivo de ambos perante aqueles que mais se destacaram ao longo de 2008, nomeadamente Rigoberto Oliveira que teve um ano em cheio, não só pela conquista do primeiro lugar da Ordem de Mérito mas também pelas boas prestações em provas de índole nacional, destacando-se o título obtido, integrado na equipa BPI - juntamente com José Oliveira - no Expresso BPI Golf Cup.

Projecto para desenvolver o voleibol

A Associação de Voleibol de São Miguel tem definido o Projecto de Desenvolvimento Desportivo para o ano de 2009, um instrumento de trabalho que traça as linhas mestras de orientação de uma instituição que já alberga mais de um milhar de atletas e que tem vindo a afirmar-se no panorama regional e nacional.
O documento dá conta das prioridades para o novo ano, realçando-se a política de continuidade em relação às últimas duas temporadas. “Este é um plano que se mantém em consonância com os dois anteriores”, pode ler-se, mas tal não significa que o mesmo seja estático.
A instituição desportiva dá conta da vontade de proceder a “diversas alterações” em determinadas áreas, procurando “desenvolver estratégias, linhas de conduta e formas de funcionamento que conduzam a patamares cada vez mais elevados de organização desportiva”. Nesse sentido, é intenção do Gabinete Técnico “ultrapassar o mero objectivo do aumento de número de jogos ou de praticantes, técnicos, árbitros e dirigentes”, focalizando a acção numa “intervenção que enfoque os aspectos qualitativos, pois tanto ao nível dos quadros competitivos e realização de eventos de carácter promocional, é do cuidado posto ao nível da qualidade que surgirão melhores resultados para o desenvolvimento da modalidade”. Com 1004 praticantes na época em 2006/07 e 1116 na temporada seguinte, a Associação de Voleibol de Ponta Delgada tem vindo a “estabilizar acima do milhar de atletas”, números que pretende manter no futuro próximo mas sem deixar de olhar às possibilidades de o reforçar.
Assim, está a ser projectado um “quadro competitivo regular e motivador no sentido de surgirem novos núcleos de prática da modalidade”, acompanhado por “incentivos à formação de novos técnicos e árbitros”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.