Açoriano Oriental
Covid-19
PPM/Açores quer ouvir presidente do Governo Regional no parlamento

O PPM/Açores solicitou hoje a audição do presidente do Governo Regional na Assembleia Legislativa dos Açores, para que Vasco Cordeiro informe o parlamento sobre a estratégia do “combate à pandemia” de covid-19 no arquipélago.

article.title

Foto: Eduardo Resendes
Autor: Lusa/AO Online

“[O PPM requereu] A audição, na comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho, do presidente do Governo Regional, no sentido do mesmo informar, no âmbito da situação criada pelo combate à pandemia do coronavírus covid-19 e da execução do estado de emergência”, lê-se no requerimento de audição enviado pelo deputado único do PPM na assembleia regional, Paulo Estêvão.

O partido refere que a audição ao presidente do executivo regional pretende informar o parlamento sobre a “estratégia global desenvolvida” para “mitigar a propagação da pandemia do coronavírus” e “garantir uma resposta eficaz do sistema regional de saúde”.

Os monárquicos frisam que Vasco Cordeiro deve informar a assembleia da estratégia do Governo para “garantir a sobrevivência dos diversos setores económicos” nos Açores e da ação a desenvolver para “enfrentar as graves situações sociais que a atual situação está a gerar”, assinala-se no documento.

O PPM solicitou também a audição do secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias, para “informar a respeito do relacionamento que o Governo Regional irá manter com a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, no quadro da situação extraordinária criada pela pandemia do coronavírus covid-19”, assinala o partido.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril, sendo que, segundo a Constituição da República, a execução do estado de emergência nas regiões autónomas é assegurada pelo representante da República – Pedro Catarino, no caso dos Açores - em cooperação com o respetivo Governo Regional.

Na semana passada, o PPM/Açores tinha solicitado a audição de oito membros do executivo regional na Assembleia Legislativa dos Açores com o intuito de os governantes "informarem o parlamento das decisões tomadas no combate" à covid-19 no arquipélago nas diferentes áreas de governação.

Além de Vasco Cordeiro e Berto Messias, os monárquicos querem ouvir no parlamento açoriano o vice-presidente do Governo, Sérgio Ávila; a secretária da Solidariedade Social, Andreia Cardoso; o secretário da Educação e Cultura, Avelino Meneses; o secretário do Mar, Ciência e Tecnologia, Gui Meneses; a secretária dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha; a secretária da Saúde, Teresa Luciano; a secretária da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro e o secretário da Agricultura e Florestas, João Ponte.

De todo o elenco do executivo regional, não foi chamado o secretário das Relações Externas, Rui Bettencourt.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.