Ponta Delgada acolhe primeira conferência “Estudos do Património Micaelense”

Ponta Delgada acolhe primeira conferência “Estudos do Património Micaelense”

 

Ao online   Regional   22 de Set de 2018, 19:48

Ponta Delgada acolheu esta sexta feira a primeira conferência “Estudos do Património Micaelense”, numa iniciativa da investigadora Creusa Raposo que se apresenta como “um importante contributo para o reconhecimento e valorização da nossa identidade cultural”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal.

Para José Manuel Bolieiro importa partilhar o trabalho de investigação académica em torno do património cultural identitário com a comunidade no seu todo, “dando conhecimento do realizado, e servindo de alerta para quem toma decisões no presente, quer seja na esfera pública, quer seja na privada”.

Em nome pessoal e do Município de Ponta Delgada, o edil expressou o seu reconhecimento pela iniciativa da investigadora Creusa Raposo que procura “dar conteúdo ao saber adquirido” e a sua gratidão por Ponta Delgada e a sua História poderem “beneficiar deste movimento agregador de conhecimento”.

O Presidente sugeriu enriquecer a iniciativa com a redação de, por exemplo, atas e conclusões para que se crie mais fontes de informação e de conhecimento, que podem ser, no seu entender, um “contributo decisivo enquanto destino turístico que somos e uma boa fonte de informação para desenvolver roteiros de visita e de conhecimento turístico ao nosso património”.

A primeira conferência “Estudos do Património Micaelense” teve lugar esta sexta feira no Centro Natália Correia.

O encontro visou divulgar junto da comunidade a investigação realizada com rigor científico e académico sobre a ilha de São Miguel na área do Património Cultural.

A primeira edição foi dedicada ao património construído com as apresentações de Hélio Soares, licenciado em História pela Universidade dos Açores, Arquitetura Religiosa: “O caso de estudo do Convento de Nª Sr.ª da Esperança em Ponta Delgada”; Carlos Cruz Santos, mestre em Arquitetura pela Universidade de Lisboa, Arquitetura Industrial: “O caso de estudo dos Secadores de Tabaco de Ponta Delgada”; e Creusa Raposo, mestre em Património e Museologia pela Universidade dos Açores, Arquitetura Habitacional: “O caso de estudo da Casa Popular de Arrifes - Ponta Delgada”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.