Hungria

Polícia dispersa várias centenas de militantes

Polícia dispersa várias centenas de militantes

 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Out de 2007, 11:12

A polícia húngara dispersou esta sexta-feira uma manifestação não autorizada de várias centenas de militantes de extrema-direita que tentaram ocupar uma ponte da capital, Budapeste, segundo a agência noticiosa francesa AFP.
Os militantes, que exigem a demissão do primeiro-ministro socialista, Ferenc Gyurcsany, tentaram ocupar a ponte Elisabete, numa das principais artérias da capital, cuja população se eleva a dois milhões.

Os manifestantes fizeram parar automóveis, provocando importantes engarrafamentos.

A polícia procedeu a várias detenções para dispersar a manifestação que não tinha sido autorizada.

Segunda-feira à noite as forças de segurança dispersaram, com a ajuda de canhões de água e granadas de gás lacrimogéneo uma outra manifestação não autorizada de várias centenas de pessoas de extrema-direita que lançaram bombas incendiárias artesanais contra a polícia.

Os organizadores da ocupação da ponte tinham anunciado a manifestação em "sites" da Internet de movimentos de extrema-direita húngaros.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.