Açoriano Oriental
Papa Francisco pede desculpa por ter "perdido a paciência" com fiel que lhe apertou a mão

O Papa Francisco pediu desculpas, antes da tradicional oração do Angelus, por ter "perdido a paciência" na noite anterior com uma fiel asiática que apertou a sua mão com muita força durante um percurso junto a uma multidão.

article.title

Foto: EPA/NAKE BATEV
Autor: AO Online/ Lusa

"Muitas vezes perdemos a paciência. Isso acontece comigo também. Peço desculpas pelo mau exemplo dado ontem [terça-feira]", disse o chefe da Igreja Católica, da janela do Palácio Apostólico na Praça de São Pedro, na cidade do Vaticano.

O pedido de desculpas ocorre depois das imagens do incidente terem sido partilhadas na Internet e visualizadas por centenas de milhares de vezes nas redes sociais, nas quais se vê o Papa Francisco a reagir, na noite de terça-feira, com irritação a um aperto de mão excessivamente enérgico de uma fiel, depois das vésperas do último dia do ano de 2019 na Praça de São Pedro.

Depois de beijar muitas crianças reunidas em frente ao presépio de Natal na Praça de São Pedro, e enquanto estava prestes a partir em outra direção, a mão do pontífice foi agarrada por uma mulher asiática que, querendo atraí-lo na sua direção, quase o derrubou.

Enquanto a mulher gritava palavras quase inaudíveis, o líder da Igreja Católica, irritado e com um rosto dolorido e corado, conseguiu sair deste aperto de mão apertado com uma chapada no braço da mulher.

O Papa, de 83 anos, continuou sua visita à creche, mantendo um pouco mais a distância entre os fiéis entusiásticos e o seu rosto relaxou em contacto com crianças pequenas.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.