Surf

Otton recorda avô e Andy Irons na hora do seu primeiro triunfo na elite do surf

Otton recorda avô e Andy Irons na hora do seu primeiro triunfo na elite do surf

 

Lusa/AO Online   Outras modalidades   18 de Out de 2013, 08:45

O australiano Kai Otton recordou o seu avô e o antigo surfista havaiano Andy Irons enquanto comemorava o seu primeiro triunfo em etapas do circuito mundial, na praia de Supertubos, em Peniche.

 

"Estou a pensar no meu avô, que infelizmente não pode estar aqui, mas que está lá em cima a ver-me e também o Andy, com quem disputei aqui o seu último ‘heat' [em 2010], que era um grande homem, um grande competidor, e de quem sentimos muito a falta", afirmou Otton, depois de vencer o norte-americano Nat Young, na final da nona e penúltima etapa do circuito.

A cumprir a sua sétima temporada no circuito mundial, Otton, de 33 anos, subiu três lugares, até ao sétimo posto do circuito, ao vencer pela primeira vez um campeonato, depois de ter perdido a final de uma etapa brasileira em 2007, frente ao australiano Mick Fanning.

"Estou incrivelmente feliz, mal consigo acreditar, mas senti-me muito bem nestes cinco dias de prova, penso que Peniche tem o melhor público de todos e também o melhor presidente de câmara [António José Correia], que lenda", referiu Otton, que até à final venceu Gabriel Medina, Bede Durbidge, John John Florence, Fanning e Joel Parkinson.

O finalista vencido da edição de 2013 do Rip Curl Pro Portugal by Moche, Nat Young revelou a sua satisfação com a eleição de "rookie" do ano, apesar de ter somado hoje o seu segundo desaire em embates decisivos, depois de ter perdido na etapa australiana de Bells Beach frente a Adriano de Souza.

"Sinto-me muito bem, este ano tem sido fantástico e este segundo lugar foi ótimo. Foi um dos meus melhores resultados nesta época. Acho Portugal fantástico, com este público incrível. Para o ano só quero fazer melhor, nunca piorar, e talvez conseguir vencer um campeonato", sublinhou Young, que subiu do 12.º para o nono lugar do "ranking" mundial.

Após a etapa lusa, Fanning, campeão em 2007 e 2009, permanece na liderança do "ranking", com 53.100 pontos, e apenas pode ser alcançado pelo norte-americano Kelly Slater, 11 vezes vencedor do circuito e segundo da hierarquia, a 7.200 pontos do australiano.

O campeão do Mundo de 2013 vai ser decidido na 10.ª e última etapa do circuito, em Pipeline, no Havai, entre 08 e 20 de dezembro.

 


   


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.