Incêndios/Grécia

Número de mortos sobe para 74

Número de mortos sobe para 74

 

Lusa/AO Online   Internacional   24 de Jul de 2018, 14:59

Os incêndios que devastaram os arredores de Atenas provocaram a morte a, pelo menos, 74 pessoas, anunciou a porta-voz dos bombeiros, Stavroula Maliri, revendo em alta o anterior balanço de 60 vítimas. O número de feridos é agora de 187.

Estes números ainda não são definitivos, já que cerca de uma centena de bombeiros continuam à procura de eventuais vítimas do incêndio, que aconteceu numa zona balnear da costa leste de Ática invadida pelas chamas na segunda-feira à tarde.

Segundo Stavroula Maliri, todas as vítimas foram encontradas em Mati, uma localidade costeira situada na região de Rafina, a 30 quilómetros de Atenas (leste), que acrescentou que entre os 187 feridos, 23 são menores.

A maioria das vítimas mortais pereceram nas suas casas ou automóveis quando tentavam escapar às chamas.

O dia de hoje ficou marcado pelo momento dramático em que foi encontrado um grupo de 24 pessoas, entre as quais várias crianças, queimadas e abraçadas uns aos outros num descampado situado entre dois complexos habitacionais em Mati.

Muitas pessoas tentaram salvar-se fugindo para o mar e metendo-se em barcos.

Mais de 700 pessoas foram resgatadas pela guarda costeira nas praias próximas do porto de Rafina e outros 19 diretamente do mar e algumas morreram afogadas.

Segundo as autoridades polacas, uma mulher polaca e o seu filho afogaram-se quando o barco onde seguiam com outras oito pessoas se virou.

Janusz Smigielski, responsável do operador turístico Grecos em Poznan, disse que os turistas estavam no 'resort' de Mati e que se afogaram quando estavam a ser retirados, desconhecendo-se mais pormenores sobre o acidente.

Smigielski adiantou que os outros 435 clientes do Grecos que estavam na região de Atenas foram transferidos pata zonas mais seguras.

O Governo de Alexis Tsipras decretou três dias de luto e pediu ajuda internacional na noite de segunda-feira, tendo já alguns países respondido com meios de apoio. O Govero já desbloqueou uma verba de 20 milhões de euros, procedente do Programa de Investimento Público, destinada à ajuda imediata e a cobrir as necessidades das zonas mais afetadas.

Portugal vai enviar 50 elementos da Força Especial de Bombeiros (FEB) para ajudar a combater os incêndios na Grécia, anunciou hoje o ministro da Administração Interna.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.