Novas sanções para o Irão


 

Lusa/AOonline   Internacional   1 de Dez de 2007, 17:45

As seis potências encarregadas do processo nuclear iraniano decidiram hoje começar a trabalhar num terceiro pacote de sanções ao Irão a aprovar pelo Conselho de Segurança da ONU, segundo fonte diplomática francesa citada pela France Presse.
 “Os seis (Estados Unidos, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha) aceitaram analisar os elementos de uma nova resolução de sanções”, disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

    “Um texto de compromisso vai ser redigido e deverá estar a circular entre as capitais na próxima semana” para, em caso de acordo, ser transmitido ao Conselho de Segurança, acrescentou.

    Representantes das seis potências - Estados Unidos, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha - reuniram-se hoje, um dia depois de o Alto Representante da União Europeia para a Política Externa, Javier Solana, se tiver declarado desiludido após mais uma reunião com a equipa de negociadores iraniana.

    Em causa está, há já 18 meses, a exigência feita ao Irão de que suspenda as actividades de enriquecimento de urânio, com o objectivo de determinar a natureza do seu programa nuclear, caso contrário será alvo de mais um pacote de sanções da ONU.

    Um relatório que Solana deverá apresentar nos próximos dias e um outro, já apresentado, do director da agência da ONU que controla a proliferação nuclear (AIEA, Agência Internacional de Energia Atómica), Mohammed ElBaradei, vão servir de base à análise do dossier iraniano no Conselho de Segurança da ONU.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.