Pescas

Nova portaria vem introduzir elemento de tolerância


 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   18 de Jan de 2010, 11:42

Para Liberato Fernandes, da Federação das Pescas dos Açores, a presente Portaria aplica uma “margem de tolerância” face à anterior que apresentava “tolerância zero”.
“Temos consciência que a sustentabilidade das pescas obriga à adopção de medidas que evitem que daqui a quatro a cinco anos os recursos estejam esgotados, ou seja, mesmo que tais medidas penalizem o pescador no curto prazo são úteis para salvaguadar o futuro do sector”, conclui.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.