Medicamentos

Nenhuma farmácia aderiu às vendas em unidose

Nenhuma farmácia aderiu às vendas em unidose

 

Lusa / AO online   Nacional   7 de Jan de 2010, 10:32

Nenhuma farmácia hospitalar ou de oficina em Portugal aderiu à venda de medicamentos em unidose, seis meses após a entrada em vigor da lei, disse à Lusa a Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed).
O relatório preliminar que o Infarmed tinha de elaborar para avaliar a lei, que entrou em vigor a 7 de Julho, irá “reflectir essa situação”, adiantou.

A dispensa de medicamentos em quantidade individualizada ficou restrita, nesta primeira fase, às farmácias da região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo que manifestem, junto do Infarmed, a sua vontade de aderir àquela dispensa.

Mas, decorridos seis meses sobre a entrada em vigor da legislação, ”ainda nenhuma farmácia da região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo manifestou, junto do Infarmed, vontade de aderir”, informou a Autoridade do Medicamento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.