“Não podemos ser geridos como uma escola regular”

“Não podemos ser geridos como uma escola regular”

 

Rui Jorge Cabral   Regional   28 de Jun de 2019, 09:13

Isabel Albergaria Sousa, nova presidente do conselho executivo do Conservatório Regional de Ponta Delgada defende clarificação do ensino artístico e musical nos Açores

Organista, professora e musicóloga, Isabel Albergaria Sousa assumiu no passado dia 14 de junho a presidência do conselho executivo do Conservatório Regional de Ponta Delgada. Em entrevista ao Açoriano Oriental, explica alguns dos seus objetivos para um mandato de três anos que termina em 2022.

No discurso que proferiu na tomada de posse, falou na sua vontade de ver o Conservatório explorar novas linguagens musicais. Quer isto dizer que poderemos ter um Conservatório menos ‘clássico’ nos próximos anos?
De forma alguma! Até porque as novas linguagens baseiam-se, em grande medida, no clássico e porque também é a partir do clássico que nos podemos afastar dele... Por isso, o clássico será sempre a nossa base de formação.


Pode ler na íntegra a entrevista na edição desta sexta-feira, 28 junho 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.