Missão lunar chinesa foi "um sucesso completo"

Missão lunar chinesa foi "um sucesso completo"

 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Dez de 2013, 10:32

A China considerou "um sucesso completo" a missão da "Chang'e-3", a sonda espacial chinesa que pousou na lua no sábado à noite, na primeira alunagem em quase quatro décadas.

 

Horas depois da alunagem, um veículo robotizado movido a energia solar, o "Yutu" (Coelho de Jade), saiu da sonda e às 23:42 de domingo (15:42 em Lisboa), quando se encontrava a nove metros da "Chang'e-3", começou a enviar para a terra as primeiras fotografias da superfície lunar.

As câmaras da "Chang'e-3" também fotografaram o "Yutu", que, tal como a sonda que o transportou até à lua, ostentava a bandeira da República Popular da China.

Após a sessão fotográfica, o comandante do programa lunar chinês, Ma Xingrui, anunciou que a missão da "Chang'e-3" foi um "completo sucesso".

O anúncio foi feito no Centro de Controlo Aeroespacial de Pequim, na presença do Presidente e do primeiro-ministro do país, Xi Jinping e Li Keqiang, respetivamente.

Até agora, apenas a Rússia e os Estados Unidos tinham conseguido fazer aterrar uma sonda espacial na lua, a última das quais ocorreu em 1976.

A liderança chinesa qualificou a missão da "Chang'e-3" como uma "nova glória" e um "extraordinário contributo" da China para "o uso pacífico do espaço", diz uma mensagem de felicitações enviada pelo Comité Central do Partido Comunista Chinês, Conselho de Estado e Comissão Militar Central.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.