Mercedes chinesa chama para revisão quase 100.000 veículos por problemas na direção

Mercedes chinesa chama para revisão quase 100.000 veículos por problemas na direção

 

Lusa/Ao online   Internacional   17 de Mar de 2019, 12:42

A Beijing Benz, subsidiária na China da alemã Mercedes-Benz, anunciou este domingo que vai chamar para revisão quase 100.000 veículos devido a defeitos nas cremalheiras da direção, informaram hoje as autoridades oficiais chinesas.

Num comunicado reproduzido por meios oficiais, a Administração Estatal para a Regulação do Mercado especifica que o número de veículos afetados é de 95.694, e que foram fabricados entre outubro de 2016 e abril de 2018.

Entre os modelos afetados destacam alguns populares, como os berlina Classe C e o Classe E e o todo o terreno urbano GLC.

O problema detetado na cremalheira da direção poderá afetar os volantes dos veículos, com riscos para a segurança.

A companhia prometeu aos clientes que substituirá as peças defeituosas sem qualquer encargo.

A Beijing Benz, fundada em 2005, é um consórcio no qual participam a companhia local BAIC Motor e a Daimler, empresa que controla a Mercedes-Benz.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.