Manifestantes protestam contra PKK em Istambul


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Out de 2007, 12:49

Cerca de 3.000 manifestantes protestaram esta segunda-feira em Istambul contra os curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), um dia depois de 12 soldados turcos terem morrido em violentos combates com o PKK.
Os manifestantes - convocados pelo Partido republicano do povo (CHP, oposição social-democrata) e que se concentraram no bairro de Kadikoy, na margem asiática de Istambul - apelaram ao primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, para actuar sem demoras contra o PKK.

“Tayyip, envia o teu filho para o exército”, gritaram os manifestantes.

Cerca de 200 rebeldes do PKK, que se terão infiltrado, segundo os meios de comunicação social, a partir de território iraquiano, mataram 12 soldados na manhã de domingo.

Em resposta, o exército turco matou 32 separatistas nos confrontos, considerados os mais violentos dos últimos anos.

Esta nova escalada de violência na fronteira turco-iraquiana surgiu quatro dias depois de o parlamento turco ter dado «luz verde» a incursões militares turcas contra esconderijos dos rebeldes nas montanhas iraquianas.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.