Economia

Maioria das grandes empresas tem gestão de risco periódica


 

Lusa / AO online   Economia   3 de Dez de 2009, 10:22

A "grande maioria" das principais empresas portuguesas faz uma supervisão periódica da gestão do risco, e não contínua, revela um diagnóstico da consultora PricewaterhouseCoopers, divulgado esta quinta-feira.
 O estudo baseou-se em inquéritos a várias empresas - a Lusa questionou quantas mas a consultora escusou-se a precisar - de vários sectores de actividade (das quais 59 por cento empresas cotadas, representando 70 por cento do PSI 20, e 32 por cento do sector empresarial do Estado) e com um volume de negócios global que representou, no ano passado, 32 por cento do produto interno bruto (PIB) nacional.

"A grande maioria dos inquiridos (73 por cento) afirma que exerce uma supervisão periódica da avaliação e gestão do risco, enquanto que apenas cinco por cento declaram exercer uma supervisão activa e continua", lê-se naquele relatório, apresentado hoje num seminário, em Lisboa, sobre "Controlo e Fiscalização Interna da Administração das Sociedades".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.