Madeira não sofre cortes, mas abdica de dívidas do Estado

Madeira não sofre cortes, mas abdica de dívidas do Estado

 

Lusa/AO Online   Nacional   16 de Out de 2010, 09:23

O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, disse hoje que região autónoma não sofrerá cortes no Orçamento do Estado para 2011, mas contribui para o esforço nacional abdicando de dívidas do Estado.

“Ontem [quinta feira] conversei com o senhor primeiro ministro sobre isso e o que está lá [na proposta de orçamento] sobre a Madeira foi acordado entre o senhor primeiro ministro e eu”, afirmou Alberto João Jardim aos jornalistas, à margem da cerimónia de inauguração da residência de acolhimento do Centro da Mãe, no Funchal.

Segundo o chefe do governo madeirense, “a ideia é não haver cortes e, em contrapartida, nós abdicarmos – e será esse o nosso contributo para o esforço nacional – de algumas dívidas que o Estado tinha à região”.

“Ao abdicar disso, nós estamos a entrar no nosso contributo para o esforço nacional, evitando que, no imediato, a região seja prejudicada”, adiantou Alberto João Jardim.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.