Alterações climáticas

Lisboa e Porto juntam-se a campanha mundial por acordo em Copenhaga


 

Lusa / AO online   Nacional   22 de Out de 2009, 11:11

Milhões de pessoas de todo mundo juntam-se sábado em 144 cidades, entre as quais Lisboa e Porto, para exigir que o acordo climático de Copenhaga estipule uma redução da concentração de carbono na atmosfera rumo ao ‘limite de segurança’.
A menos de dois meses de começar a cimeira de Copenhaga, na Dinamarca, onde se tentará chegar a acordo sobre o sucessor do Protocolo de Quioto, esta acção mundial visa sensibilizar os líderes políticos para a necessidade de o novo acordo prever a redução da concentração de dióxido de carbono (C02) na atmosfera para 350 partes por milhão (ppm), considerado o ‘limite superior de segurança’.

Actualmente, os níveis de C02 na atmosfera situam-se entre 385 e 390 ppm e têm vindo a aumentar a um ritmo acelerado. De acordo com cientistas, especialistas em clima e governos progressistas em termos de ambiente, 350 ppm é o nível ideal para evitar os piores impactos do aquecimento global no planeta.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.