Licá aproveitou prenda para selar triunfo do Belenenses sobre o Nacional


 

Lusa/Ao online   Futebol   13 de Jan de 2019, 19:13

Um golo de Licá, aos 79 minutos, foi suficiente para o Belenenses vencer no terreno do Nacional, por 1-0, no jogo da 17.ª e última jornada da primeira volta da I Liga portuguesa de futebol.

Os lisboetas conquistaram o sexto triunfo fora na temporada, um percurso que contrasta com os madeirenses, que somaram o quinto desaire em casa, mas que já não sofriam golos na Choupana há três encontros.

A vitória da equipa orientada por Silas resultou na ascensão ao sexto lugar, agora com 28 pontos, os mesmos de Vitória de Guimarães e Moreirense. Já para o Nacional, que manteve os 19 pontos até agora conquistados, valeu à formação orientada por Costinha, a manutenção provisória da 11.ª posição.

Num jogo muito disputado, emocionante e interessante de seguir, ganhou quem foi mais eficaz, já que, em número de oportunidades os madeirenses bateram os lisboetas, entre as quais se destacam duas bolas nos ferros da baliza de Muriel, que foi um dos jogadores em destaque.

Nos 10 últimos jogos da Liga, o Belenenses só tinha perdido um fora de casa, precisamente na última deslocação, no terreno do Sporting (2-1).

O guarda-redes Daniel Guimarães o defesa Felipe Lopes e o médio Makaris foram ‘baixas' no Nacional, enquanto Sagna, Nuno Tomás e Tiago Caeiro também não entraram nas contas dom técnico do Belenenses.

Na primeira parte, o Nacional dominou, instalando-se no meio-campo adversário, obtendo várias ocasiões para marcar, mas a equipa pecou na finalização, revelando muita ineficácia nesse capítulo, encontrando também Muriel em tarde inspirada.

Aos nove minutos, no primeiro remate à baliza do Nacional, Kalindi atirou por cima da barra. Na resposta, aos 18, Licá ganhou em velocidade à defesa nacionalista, atirando forte para uma boa defesa de Lucas França.

Aos 22 minutos, em grande lance do ataque do Nacional, a bola chegou a Camacho que ultrapassou um adversário e atirou forte o ângulo superior esquerdo da baliza do Belenenses, onde surgiu Muriel a desviar a bola para a trave.

Palocevic (23 minutos) e Gorré (38) desperdiçaram boas oportunidades para colocar o Nacional em vantagem, mas as equipas foram para o intervalo com um ‘nulo'.

Na segunda parte, o Belenenses deu melhor conta de si, mas foi o Nacional que esteve mais perto de marcar, aos 56 minutos, num cruzamento rasteiro de Camacho para o avançado Rochez que acertou no poste, depois de a bola ainda ter tocado em Cleyton.

Aos 59 minutos, Pavlocevic ensaiou um pontapé forte, mas Muriel estava no sítio certo e negou o golo ao médio nacionalista.

A partir do primeiro quarto de hora da segunda parte, o Belenenses arriscou mais e aos 79 minutos os ‘azuis' sentenciaram a partida: Erro grave do experiente defesa do Nacional Rosic que, ao tentar sair a jogar, perdeu a bola infantilmente para Fredy e este cruzou para o desvio de Licá.

Sentindo-se injustiçado, o Nacional ainda reagiu, mas o Belenenses soube guardar a pequena vantagem até ao apito final.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.